Receba Grátis Nossas Atualizações

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Lição 04: O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas (Adulto)

,


Introdução
O evangelista é um precioso dom de Cristo à sua Igreja. Sem o ministério da proclamação, o evangelho teria morrido em Jerusalém. Mas, por intermédio de obreiros como Filipe, a mensagem da cruz, ultrapassando as fronteiras da Judeia, chegou a Samaria. E, desse recanto gentio tão desprezado, as Boas-Novas não demoraram a chegar aos confins da Terra.
O evangelista assemelha-se ao bandeirante que, jamais temendo o desconhecido, sai a falar de Cristo aos povoados mais remotos e estressantes. O seu retomo, porém, é jubiloso. De maneira sacrifical, apresenta preciosas almas ao Senhor. Seja falando a uma única pessoa, seja pregando às multidões, o seu amor pelos que perecem é o mesmo. Proclamar o evangelho é a sua missão.
Neste capítulo, enfocaremos o evangelista como o agente das Boas-Novas. Veremos que ele é essencial à expansão do Reino de Deus. Paulo destaca o seu ministério como um dos mais importantes da Igreja. Ele é o semeador que saiu a semear.

I. EVANGELISTA, UM DOM DE DEUS
Leighton Ford, ao descrever a chamada do evangelista, afirmou: “Devemos evangelizar não porque seja agradável, fácil, ou porque podemos ter sucesso, mas porque Cristo nos chamou. Ele é o nosso Senhor. Não temos outra escolha senão obedecer”. O ministério evangelístico não se limita a uma opção pessoal; firma-se numa intimação do próprio Cristo.
1. Evangelista, uma feliz definição. A palavra “evangelista” provém do vocábulo grego euaggelistês, e significa aquele que traz boas-novas. Trata-se de um termo que, usado na Grécia Clássica, designava o que portava uma notícia agradável. Em suma, era o mensageiro do bem. A partir da fundação da Igreja de Cristo, no Pentecostes, a palavra passou a designar aquele que proclama o evangelho.
A palavra “evangelista” é constituída por dois vocábulos gregos: eu, bom, e ággelos, anjo ou mensageiro Se considerarmos a sua etimologia, concluiremos que o evangelista, sendo o “anjo” do bem, tem de estar sempre a postos a transmitir a Palavra de Deus. Eis porque, no Apocalipse, os responsáveis pelas igrejas da Ásia Menor foram assim nomeados...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Lição 04: O Juízo de Judá e de Jerusalém (Jovem)

,


A profecia de Isaías foi escrita para ensinar que o bem-estar adquirido à custa da exploração do pobre desencadeia a opulência e a ganância, que são pecados que confrontam a santidade de Deus. O cerne de todos esses pecados diz respeito ao sentimento de orgulho, que desafia a soberania e a vontade de Deus. O resultado do orgulho é o total descaso para com a Palavra de Deus e os valores espirituais nela contidos. As implicações dessa atitude são viver como se Deus não existisse, em completa ignorância intencional em relação a sua Palavra e propósitos. Isso feito, o ser em rebelião dá vazão ao próprio ego, a fim de concentrar todas as atenções em si mesmo. Quando o homem desviado de Deus vive para alimentar seus desejos, empreende opressão aos que estão à sua volta. Diante disso, a mensagem do profeta traz às claras os enganos da visão humana rebelada contra a vontade de Deus.

I - A INJUSTIÇA E A OPRESSÃO DE UM POVO
Atualmente, a palavra justiça significa o cumprimento de uma lei moral que leva em conta a equidade e a igualdade entre todas as pessoas. Para o judeu, justiça era sinônimo de seguir as exigências da Lei de Deus. O colapso da nação era iminente para Isaías, por haverem pervertido o juízo ou trocado o que seria justo pelo injusto. Situações como essa sempre acabam prejudicando aqueles que não têm como se defender, como o fraco, o pobre, o órfão e a viúva (Is 1.17, 23). Os líderes privaram os pobres e oprimidos da justiça e ainda roubaram o órfão e a viúva (Is 3.14; 10.2). Os dois reinos de Israel (Norte e Sul) tinham saído da situação de pobreza para uma ascensão econômica só comparável ao tempo do rei Salomão. Mas, como geralmente acontece ainda hoje, o desenvolvimento da agricultura...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Dinâmica da Lição 04: O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas (Adultos)

,


Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: O Trabalho e Atributos do Ganhador de Almas.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para o encerramento da aula, aplique a dinâmica “Preparados para evangelizar”.

Dinâmica: Preparados para evangelizar

Na quarta lição do trimestre, vamos estudar a respeito do evangelista. A Palavra de Deus nos ensina que o Espírito Santo confere o dom de evangelista a algumas pessoas (Ef 4.11). Este é um dom ministerial. Todavia, de maneira geral, todos os crentes têm a incumbência de pregar
Objetivo:
Ressaltar a importância de estarmos aptos para fazer a obra de Deus.
Material didático:
Caixa de fósforo
Iodo
1/3 do copo com água normal
1/3 do copo com água sanitária
Atividade didática:
Peça que os alunos formem um círculo. Em seguida apresente os dois copos: um com água normal e o outro com água sanitária (Deixe que eles pensem que os dois copos tem água normal). Diga que um copo representa Deus (escolha o copo com água sanitária) e o outro representa os crentes. Explique que para se fazer a obra de Deus é preciso que o meu copo esteja na mesma cor que o de Deus. Logo após, diga que você vai passar a caixa de fósforos e cada um deverá retirar um fósforo e acendê-lo. Enquanto o fósforo estiver aceso, a pessoa deverá dizer o que pode manchar a minha água fazendo com que eu não esteja apto para fazer a obra de Deus. A pessoa só poderá...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI 
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Dinâmica da Lição 04: O Juízo de Judá e de Jerusalém (Jovens)

,


Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: O Juízo de Judá e de Jerusalém.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir, utilizem a dinâmica “Discutindo a história do imperador orgulhoso”.

Dinâmica: Discutindo a história do imperador orgulhoso
Objetivo
Discutir sobre o orgulho e a humildade
Materiais didáticos:
Texto para discussão
Bíblia                                             
Atividade didática
Para conclusão da aula leia com seu alunos a história logo abaixo e discuta com seu alunos o tema: orgulho e humildade.
Histórias da Vida: O Orgulho do Imperador
Em uma época na qual os poderosos faziam suas próprias leis, quando o mundo era algo a ser conquistado a qualquer preço. Reis e imperadores escreveram sua própria história e inspiravam inúmeras lendas.

Uma delas, passada de geração em geração, conta que ao regressar vitorioso de suas investidas pelos reinos da Europa, trazendo riquezas e prisioneiros, um imperador mandou preparar um suntuoso banquete.

Ainda embriagado pelo orgulho de suas recentes conquistas, disse diante do seus convidados:
- “Tenho realizado inúmeras conquistas e meu império se espalha por todos os povos e nações. Meu exército é o mais poderoso do mundo, por isso sou temido pelos meus inimigos e admirado pelo meu povo. A partir de hoje, decreto, que devo ser tratado como deus. Pois é isso mesmo que sou: deus.”

Os convidados, um bando de bajuladores e aproveitadores, romperam em palmas e gritos aclamando o imperador:
 -“Nosso deus, nosso deus.”

Um sábio viajante e bem sucedido comerciante do oriente vendo o delírio insano dos convidados, aproximou-se do soberano e lhe fez um pedido:
-“Senhor deus, venho com humildade pedir-lhe ajuda, tenho neste instante uma enorme caravana carregada com as mais preciosas iguarias que trago para comercializar em vosso império. São mais de 60 camelos e 120 homens parados em pleno deserto por causa de uma tempestade de areia. Meu experiente caravaneiro nada pode fazer.” Disse ele.

-“Porque te atormentas com tão pouco? Mandarei agora mesmo que 400 soldados saiam ao encontro de sua caravana e as resgatem. Em breve estarão todos aqui e nada será perdido!” Assegurou o orgulhoso deus.

O homem, ouvindo a resposta, retrucou respeitosamente:
-“Nos vos incomodeis a tal ponto, senhor deus. Deslocando centenas de homens que certamente tem outras funções e se encontram a vosso serviço. Tão somente, mandai que o vento se aquiete e assim, em poucos segundos, resolveremos o problema.”
Nesse instante, vendo que não poderia realizar tal feito, o imperador sentiu a insanidade de sua pretensão. Como controlar o vento?

Fez então, um profundo silêncio naquele imenso salão. Até a música parou. A multidão entendeu quão absurda era a comparação de um simples mortal com o próprio Deus.
Quantas vezes, ainda que não sejamos loucos de nos perdermos em tais devaneios, temos um pouco do orgulho do imperador. Quando julgamos, condenamos ou criticamos alguém assumimos sem notar a posição do próprio Deus.
O soberbo e orgulho é aquele que enche a mente de imagens grandiloqüentes, nos fazendo pensar que tudo gira em torno do nosso umbigo. Ele acaba tornando-se uma pessoa difícil, para não dizer insuportável, de se conviver. Geralmente, ele acaba sozinho, contando vantagem e esperando que o mundo o reconheça como alguém superior.
Que o Senhor tenha misericórdia de nós e nos ensine a viver em humildade, e possamos aprender com o juízo que precisaram sofrer tanto Judá como Jerusalém.

Adaptada por Roberto José

Discussão:
- O que essa história tem a ver com a lição de hoje?
- Em quais momentos da vida parecemos ...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Dinâmica da Lição 04: Ética cristã na família (Juvenis)

,


Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: Ética cristã na família.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir, aplique uma das dinâmicas: “Casa e Família” ou “Minha Família”, que proporcionará a reflexão sobre o tema ética em família.

Texto Para Dinâmica: Casa e Família

Casa é uma construção de cimento e tijolos.
Família é uma construção de valores e princípios.

Casa é o nosso abrigo das chuvas, do calor, do frio.
Família é o abrigo do medo, da dor e da solidão.

A Casa é o lugar onde as pessoas entram para dormir, usar o banheiro, comer. Onde temos pressa para sair e retardamos a hora de voltar.
A Família é o lugar onde os membros da família anseiam por estar nele, onde refazem suas energias, alimentam-se de afeto e encontram o conforto do acolhimento. É onde temos pressa de chegar e retardamos a hora de sair.

Numa casa criamos e alimentamos problemas.
A Família é o centro de resolução de problemas.

Numa casa moram pessoas que mal se cumprimentam e se suportam.
Na Família vivem companheiros que, mesmo na divergência, se apoiam e nas lutas se solidarizam.

Casa é local de discussões, conflitos, discórdia.
Na Família as discussões, os conflitos, existindo, servirão para esclarecer e engrandecer.

Numa casa desdenha-se dos nossos valores.
Na Família sonhamos juntos.

Numa casa há azedume e destrato.
Na Família sempre há lugar para a alegria.

Numa casa nascem muitas lágrimas.
Na Família plantam-se sorrisos.

A casa é um nó que oprime, sufoca.
A Família é um ninho que aconchega.

Se você apenas mora em uma casa, eu o convido, com urgência, a conviver em família, para que Deus seja sempre o seu convidado especial.

 Dinâmica: Casa e Família

Objetivo:
Refletir sobre a diferença entre casa e família
Material didático:
Texto casa e família, tirinhas de papel, desenho de uma casa numa cartolina.
Atividade didática:
1. Leitura do texto, por um aluno voluntário ou pelo professor, se for preciso.
2. Discussão sobre o tema, deixando que os alunos falem...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Dinâmica da Lição 04: Paulo: um agente histórico da Igreja (Adolescentes)

,


Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: Paulo: um agente histórico da Igreja.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir, utilize a dinâmica: " Paulo, o evangelista ".

Dinâmica: Paulo, o evangelista

Objetivo:
Destacar o exemplo do apóstolo Paula e encorajar os alunos a serem seus imitadores.
Material didático:
Lição de adolescentes
Bíblia
Atividade didática:
Como a nossa lição desse trimestre trata sobre a história da Igreja, e a de hoje em específico sobre o apóstolo Paulo, analise os pontos da lição enfatizando Paulo como cristão, como escritor e como missionário. Em seguida discuta com seus alunos como eles poderão contribuir para o crescimento da igreja também como cristão, ...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI


Continue lendo >> Deixe seu comentário

Dinâmica da Lição 04: Jesus e Nicodemos (Pré-Adolescentes)

,
  

Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: Jesus e Nicodemos.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir, utilizem a dinâmica “Saindo do casulo”.

Dinâmica: Saindo do casulo

Objetivo:
Mostrar a mudança que deve haver na vida de todo cristão, e que Deus está disposto a nos ajudar neste sentido.
Material didático:
Cartolina
Cola
caneta hidrocor
Fotos da borboleta nas três fazes: lagarta, dentro do casulo e uma já transformada em borboleta.
Atividade didática:
Antes da Aula:
Cole as fotos na cartolina e logo após escreva logo abaixo cada uma das fases da borboleta.
Durante a aula:
Inicie a dinâmica mostrando o cartaz e explicando que a borboleta para chegar ser o que ela é passa por uma grande metamorfose. Mostre agora aos alunos cada uma das fases que a borboleta passa. Diga que o inicio do ciclo começa com os ovos que são postos por outra borboleta geralmente em folhas de plantas. Esse período dura de alguns dias até um mês, segundo os entomologistas (especialista em insetos). Logo após, ele se transforma então, em lagarta. Nessa fase, que dura meses até mais de um ano, a pequena
...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI
Continue lendo >> Deixe seu comentário

Dinâmica da Lição 04: Sou nova criatura (Discipulando 3º Ciclo)

,


Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: Sou nova criatura.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir, utilizem a dinâmica “Um novo nascimento”.


Dinâmica: Um novo nascimento

Objetivo:
Mostrar a importância do novo nascimento na vida cristã.
Materiais didáticos:
Um(a) boneco(a) sujo com carvão vestido com roupas sujas e rasuradas;
Roupas limpas (Para o(a) boneco(a));
Uma caixa que dê para colocar o(a) boneco(a)
Uma bacia media com água
Atividade Didática:
Apresente aos alunos o(a) boneco(a) sujo com carvão vestido com roupas sujas e rasuradas. Diga para eles que o(a) boneco(a) representa nós antes de conhecermos Jesus, sujos pelo pecado e vestidos com roupas sujas e velhas. Coloque agora o(a) boneco(a) dentro da caixa e em seguida diga: Esse também era o nosso estado, morto no pecado e pelo pecado. Leia com eles a parte inicial de Romanos 6.23 “Porque o salário do pecado é a morte”. Explique que ninguém podia ser salvo por Deus estando em estado de sujeira e morte. Prossiga a dinâmica retirando o(a) boneco(a) de dentro da caixa e lendo Efésios 2.1 "Ele vos vivificou, estando vós mortos nos vossos delitos e pecados". Agora fale: Cristo nos tirou de um estado de morte para nos colocar em um estado de vida. A criatura velha ficou enterrada para ressurgia uma nova criatura. Fale que é isto que acontece no ...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI
Continue lendo >> Deixe seu comentário

terça-feira, 12 de julho de 2016

Lição 03: Igreja, Agência Evangelizadora

,


Introdução
Alguém afirmou, certa vez, que a Igreja de Cristo não é um clube de iates, mas uma frota de pesqueiros. O autor anônimo, de maneira sutil e delicada, deixa bem claro que a principal tarefa da Igreja é a evangelização. Na entrelinha de sua assertiva, deixa ele bem patente que a Igreja, por sua natureza e vocação, é a agência por excelência de evangelismo e missões. Se não evangeliza, deixa de ser um organismo divino para apequenar-se numa organização humana falida e já em vias de apagar-se.
Neste capítulo, realçaremos a Igreja que se faz conhecida pelo evangelho que proclama, pela doutrina que ensina e pelo discipulado que emprega na formação de novos crentes. Que Deus nos abençoe na observância dos mandamentos do Senhor Jesus quanto à evangelização do mundo.

I. IGREJA, COMUNIDADE DE PROCLAMAÇÃO
O mártir alemão Dietrich Bonhoeffer (1906-1945) declarou que a Igreja é Cristo existindo em comunidade. Todavia, Jesus não almeja apenas existir entre nós, mas atuar por meio de nós. É para isso que Ele instituiu a sua igreja.
1. Igreja, definição que desafia. A Igreja já foi definida como uma assembleia dos que foram chamados para fora. Se aceitarmos essa definição, veremos que a etimologia do termo grego ekklêsia é bastante emblemática. Nesse vocábulo, temos duas palavras distintas: ek, que significa “de” ou “para fora”, e kaleõ, que traz o significado de ser chamado, ou convocado.
Nesse sentido, a ekklêsia grega era a assembleia de cidadãos intimados para fora de suas casas, a fim de tratar de algum assunto de interesse público. Tendo em vista a natureza e a missão da “igreja” grega, aprouve ao Senhor Jesus usar o mesmo termo para...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI





Continue lendo >> Deixe seu comentário

Lição 03: O Dia do Senhor

,


Nesta seção, observamos que a preocupação central do profeta Isaías é a santidade de Deus; assim, ele condena a idolatria e a altivez presentes na sociedade e aponta para o dia do Senhor. Mas o que exatamente é o dia do Senhor? De acordo com Soares, o termo hebraico para “dia” é yom, que pode significar “dia” literalmente (Jó 3.3) ou até período de tempo (Gn 2.4). Assim, segundo ele, o dia do Senhor indica o período reservado por Deus para o “acerto de contas” com todos os moradores da terra.
Gerhard von Rad, estudioso do Antigo Testamento, analisa as imagens que acompanham esse dia escatológico e conclui que o mesmo remonta às guerras santas do Senhor, ou seja, esse dia se refere à ocasião em que Jeová aparecerá pessoalmente para aniquilar seus inimigos.
Convém registrarmos que não é apenas Isaías que utiliza esta expressão “dia do Senhor” com suas trágicas consequências, pois há muitas ideias nos escritos proféticos sobre a natureza desse tremendo dia (como se pode verificar na tabela que está na próxima página).
Profetas

Significado da expressão “dia do Senhor” nos profetas
Obadias

Um tempo de julgamento e retaliação.
Joel

Dia de destruição na vinda do Senhor (1.15; 2.1,11,31; 3.14).
Amós

Dia de grande escuridão para o mundo, mas também para Israel (5.18,20).
Isaías
Dia de ajuste de contas para os soberbos e também um dia de destruição cruel vindo do Altíssimo (2.12; 13,6,9).
Sofonias               
Dia de grande ira da parte do Senhor, o qual se aproxima muito rapidamente (1.7,14).
Ezequiel
Dia em que as nações se lamentaram, quando Nabucodonosor empunhou a “espada do Senhor” ao conquistar o Ocidente (13.5; 30,3).
Zacarias
Dia da ardente defesa de Jerusalém pelo Senhor, quando todas as nações estarão reunidas contra ela (14.1).
Malaquias
O dia em que o Senhor esmagará os perversos e os destruirá como refugo, precedido pelo ministério de restauração de Elias (4.5).

Portanto, não existe uma única definição da natureza do dia do Senhor na literatura profética, e sim diversos aspectos e imagens bíblicas que descrevem esse dia. Contudo, a principal ideia está relacionada ao grande julgamento e ...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI



Continue lendo >> Deixe seu comentário

Dinâmica da Lição 03: Igreja, Agência Evangelizadora (Adultos)

,


Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: Igreja, Agência Evangelizadora.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir, utilizem a dinâmica “Pão para quem tem fome”.

Dinâmica: Pão para quem tem fome

Objetivo:
Saber que a humanidade está faminta de Deus, e só a Igreja pode saciar a sua fome;
Compreender que evangelizar deve ser a tarefa prioritária da Igreja.
Material didático:
Uma sacola com vários pães
Atividade didática:
Divida a turma em três grupos. Distribua 1 pão para cada membro do primeiro e do segundo grupo. O terceiro grupo deve ficar sem pão. Oriente os grupos da seguinte forma: O primeiro grupo será o grupo dos comilões, pois eles vão comer os seus pães sozinhos sem dividir com o terceiro grupo que não tem pães. O segundo grupo será o grupo dos compartilhadores, pois eles ao receber o pão irão dividir ...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI





Continue lendo >> Deixe seu comentário

Dinâmica da Lição 03: O Dia do Senhor (Jovens)

,


Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: O Dia do Senhor.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir, utilizem a dinâmica “Atitude corretas dos que esperam o dia do Senhor”.

Dinâmica: Atitudes corretas dos que esperam o dia do Senhor

Objetivo:
Despertar os alunos a terem atitudes corretas diante da iminente volta de Jesus.
Material didático:
Papel A4 ou ofício
Canetas
Questões para dinâmica.
Atividade didática:

Divida a turma em três grupos. Entregue a cada grupo uma folha de papel A4 ou ofício e uma caneta. Cada grupo ficará com um tema que lhes for sugerido: O grupo 1: Preparados para o dia do Senhor; o grupo 2: Atitudes corretas diante do dia do Senhor; o grupo 3: A esperança do dia do Senhor. Baseado nos temas que cada grupo recebeu eles deverão responder as seguintes perguntas:
...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI




Continue lendo >> Deixe seu comentário

Dinâmica da Lição 03: A natureza moral do ser humano (Juvenis)

,


Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: A natureza moral do ser humano.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir, utilizem a dinâmica “Santidade, o caráter moral de Deus”.

Dinâmica: Santidade, o caráter moral de Deus.

Objetivo:
Estimular o cristão a viver em santidade.
Materiais didáticos:
03 copos descartáveis: Um vazio, um com água limpa, outro com água suja de areia e carvão.
03 papeis escritos: O primeiro: Crente; o segundo: Deus e santidade; O terceiro: Diabo e pecado.
Atividade didática:
Antes da aula:
Providencie 03 copos descartáveis.  Um você vai deixar vazio, outro você deverá encher com água limpa, e o último com água suja de areia e carvão (pode ser outro produto, o importante é que a água fique com aparência de suja). No copo vazio você deve colar a palavra crente, no copo com água limpa deve ser colocado as palavras Deus e santidade e no copo com água suja coloque a as palavras diabo e pecado.
Durante a aula:
- Mostre os copos aos alunos.
- Coloque o copo com água limpa de um lado e o copo com água suja com uns 60 cm de distância aproximadamente. O copo vazio deve ficar no meio.
- Explique que o copo vazio representa o crente ao aceitar a Cristo que a partir daquele momento vai precisar ser cheio. Agora vá aproximando o copo vazio do copo com água suja e diga que se ele decidir se encher das coisas pecaminosas ele irá automaticamente se distanciando da santidade (Mostre que à medida que você vai aproximando o copo vazio do copo sujo o copo limpo vai ficando...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI 





Continue lendo >> Deixe seu comentário

Dinâmica da Lição 03: O nascimento histórico da Igreja (Adolescentes)

,


Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: O nascimento histórico da Igreja.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir, utilizem a dinâmica “Igreja, sal da terra”.

 Dinâmica: Igreja, sal da terra

Objetivo:
Promover reflexão sobre o motivo pelo qual surgiu a igreja.
Materiais didáticos:
03 copos transparentes com água
02 saquinhos com sal
01 colher de chá
sal
Atividade Didática:
- Expliquem que o sal representa o caráter cristão e o copo com água está representando o mundo.
- coloque 03 copos com água sobre uma mesa.
- Coloque:
01 saquinho de sal dentro do primeiro copo – sem retirar a embalagem(situação 01);
01 saquinho de sal ao lado do segundo copo( situação 02);
01 colher de sal dentro do terceiro copo e misture( situação 03).
- Questione: Qual situação melhor representa o motivo pelo qual a igreja surgiu nesse mundo?
- Reflita com seus alunos sobre cada uma das situações
Para as situações 01 explique que...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI




Continue lendo >> Deixe seu comentário

Dinâmica da Lição 03: Jesus Vai ao Templo (Pré-Adolescentes)

,


Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: Jesus Vai ao Templo.
- Pesquise alguns ídolos da televisão e do mundo gospel atual, faça cartazes deles e cole na sala de aula. Receba os alunos na sala já com os visuais disponível. Pergunte se eles conhecem aquelas fotos. Leve-os a tentar descobrir quem são e porque as pessoas os têm como ídolos da atualidade. Quando eles forem acertando, escreva os nomes junto da foto da pessoa. Em seguida inicie o estudo da lição.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir, utilize uma das dinâmica sugeridas: “Igreja, lugar de comunhão”.

Dinâmica: Igreja, lugar de comunhão.

Objetivo:
Refletir sobre a nossa importância como Igreja e a nossa comunhão entre irmãos.
Material didático:
 Algumas bexigas (mais de 4 bexigas).
Atividade didática:
Entregar uma bexiga para cada aluno e pedir que eles fiquem brincando com as bexigas um passando para o outro sem deixá-las cair no chão.
Aos poucos vá retirando cada pessoa do círculo, uma a uma e perceba como aumenta a dificuldade dos últimos para deixar tantas bexigas no ar.
Depois de terminada a dinâmica, incentivar o debate e explicar aos alunos que a igreja é uma assembleia, uma congregação, um grupo em comunhão, pois precisamos uns dos outros. Ela envolve, por definição, uma reunião um grupo. Não é possível haver igreja sem...Leia mais sobre este assunto
CLICANDO AQUI





Continue lendo >> Deixe seu comentário

Dinâmica da Lição 03: Vivendo sem acusação nem condenação (Discipulando 3º Ciclo)

,


Professores e professoras observem alguns pontos importantes e valiosos para o bom crescimento e desenvolvimento de seu aluno e de sua sala:
1– Procure manter os dados pessoais de seus aluno(a)s sempre atualizados (endereço, telefone, e-mail, redes sociais, etc)
2– Antes de iniciar a aula procure se aproximar de cada aluno de sua classe:
- Cumprimente-os, abrace-os.
- Procure saber como foi a semana de cada um deles, e escute-os.
- Preste bastante atenção se há alguém que precise de algum tipo de atenção ou oração especial.
- Observe se existe algum visitante e/ ou aluno novato e faça-lhes uma apresentação muito especial para que ele sinta-se desejoso de voltar a sua sala.
3– Aconselhamos que antes da aula procure ver com seu secretário o nome dos aniversariantes para que após a aula você possa parabeniza-los, dando-lhes um abraço, oferecendo um versículo ou quem sabe uma simples lembrancinha.
4– Ao final da aula procure ver com o secretário de sua sala o nome das pessoas ausentes e durante a semana separe um momento onde você possa entrar em contato com ele(a), por meio de uma visita, um telefone ou rede sociais.
5– É importante que você como professor entenda a importância de cada atitude como a que recomendamos logo acima, a fim de que você possa desenvolver um vínculo afetivo com cada aluno, ele compreenderá o quanto você o ama e se importa com ele.
- Ao preparar a aula, você precisa lembrar que seu alvo é ensinar a palavra de Deus a fim de transformar a vida dos alunos. Para isso, tenha sempre em mente o que eles precisam saber, sentir e agir.
- Este é um momento de grande importância, quando você deverá atrair a atenção e o interesse da classe para o que será ensinado.
6 - Não esqueça que ministrar uma aula não significa apenas transmitir um amontoado de informações teológicas ou conhecimentos puramente pessoais sem a interação com a classe. É importante que os alunos sejam incentivados a participar no processo de aprendizagem.
- Apresentem o título da lição: Vivendo sem acusação nem condenação.
– Agora, trabalhe o conteúdo da lição. – Para isso é importante que você apresente estratégias que estimule a participação dos alunos, valorize o conteúdo, reforce as aplicações e facilite a aprendizagem. Portanto, para não perder de vista o alvo da lição, use a criatividade, apresente domínio da matéria e observe se os alunos estão entendendo o assunto.
- Para concluir, utilizem a dinâmica “O Peso da culpa e a liberdade pelo perdão divino”.

Dinâmica: O Peso da culpa e a liberdade pelo perdão divino

Objetivo:
Evidenciar as consequências do pecado e a liberdade divina através do Seu perdão.
Material Didático:
01 objeto pesado ou uma fruta grande (Ex: melancia, jaca).
Atividade Didática:
- Falem sobre o pecado e suas consequências, do fardo que o homem carrega quando peca.
- Escolham um aluno e solicitem que fique em pé na frente da turma.
- Entreguem o objeto ou a fruta para este aluno e continuem falando sobre o pecado e suas consequências.
- Depois de um certo tempo, perguntem para o...Leia mais sobre este assunto CLICANDO AQUI





Continue lendo >> Deixe seu comentário
 

GOSPEL MAIS

CPADNEWS.com.br

GOSPEL PRIME

Widget gerado por Gospel Prime

Copyright © 2012 | Template design by José Dos Reis | Powered by Blogger Templates